Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Licença de parentalidade até 1 ano a 100%

Para: A todos os pais e a todos os que compreendam a importância da mãe no desenvolvimento do bebe ate a 1 ano de idade

Texto reformulado.

Com esta petição pretendo novamente fazer chegar aos políticos as nossas dificuldades e preocupações enquanto pais. Temos que nos unir por esta causa
Vamos lutar por nós, pelos nossos filhos , por familias mais estáveis e felizes!

A OMS diz e muito bem que os bebés devem ser amamentados até aos 2 anos, sendo que, até aos 6 meses em exclusivo.

E é logo aqui que começam os nossos problemas. A Licença tem uma duração de 4 meses (pagos a 100%) 5 meses (pagos a 80% se este período for só gozado por um progenitor, no caso da licença ser partilhada é pago a 100% gozados 120 dias pela mãe e 30 dias pelo pai), 6 meses (pagos a 83% e gozados 150 dias pela mãe e 30 dias pelo pai) e ainda a opção de serem adicionados mais 3 meses pagos a 25%.

Vamos por-nos no lugar do bebé por um bocado?

Um bebé de 4 meses ainda não se senta, ainda não come sólidos, nesse mês deve levar 3 vacinas obrigatórias, muitos deles ainda mamam, estão a absorver tudo o que os rodeia e a aprender à velocidade da luz! Mas uma coisa é certa, o papá e a mamã já são os seus maiores heróis!
É durante o primeiro ano de vida do bebé que este leva mais vacinas, fazendo febre, precisando de constante monitorização; nascem os primeiros dentes… diz as suas primeiras palavras, tenta dar os seus primeiros passos…

Em qualquer dos casos, é feita a introdução da alimentação, como sopa e fruta, muito cedo, pois o bebé pode ainda ser vulnerável e o seu sistema imunitário imaturo.
Efectivamente, a mãe pode tirar o leite com a bomba para ser dado ao bebé na sua ausência, mas muitas vezes a mãe acaba por perder o leite, resultado da pressão do trabalho e de rotinas diferentes daquelas que tinha quando estava de licença.

Apesar de ser um direito, durante o primeiro ano do bebé, as mães terem horário reduzido devido a amamentação (2h diárias para quem faz horário de 8h), a verdade é que defendo ainda a manutenção dessa redução horária até o bebé completar 3 anos de idade, sem penalizações para a mãe. Esta redução horária é ainda defendida pelo Exmo. Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva. Esta Ordem lançou em 2016 uma petição pública pela redução do horário de trabalho em 2h diárias até a criança ter 3 anos.

É essencial para o bem-estar da criança e para o seu desenvolvimento futuro que o bebé passe tempo com os seus progenitores.

Vamos lutar por todas nós e pelo futuro das nossos filhos, sobrinhos, netos…! Por um aumento da taxa de natalidade e por uma maior qualidade de vida!


Este texto não é cientifico, sou apenas uma mãe. É um texto escrito de coração.


P.S.: 1- Ninguém é obrigado a estar de acordo com esta petição, mas peço-vos que se abstenham de comentar se não têm nada de bom e/ou útil a acrescentar. Quem não concorda, pode simplesmente não assinar. Não me levem a mal. Criticas construtivas são sempre bem vindas.

2 - Vi vários comentários de pessoas que acham que os filhos devem ir cedo para creche ou amas, essas pessoas têm o direito de abdicarem da sua licença ou até mesmo dá-la ao outro progenitor, isso não quer dizer que nós, que não somos da mesma opinião, não possamos lutar pelos nossos direitos e pelo direito de escolha.

3 - Isto é o que me choca mais e me deixa mais triste, virem comentar a dizer que queremos a licença prolongada por sermos preguiçosas e não querermos trabalhar. A isto só tenho a dizer que tomar conta de crianças é antónimo de "não fazer nada".

4 - ainda há quem ache que as crianças precisam é de socializar e estar com crianças da sua idade, pois aqui cabe a cada familia fazer o seu dever de não ficar só em casa com a criança. Vejam que dentro de uma creche também estão fechados... Depois de fazerem 1 ano é tarde? Na minha altura iamos aos 5 anos para a creche e não temos problemas mentais por isso (muito pelo contrário).


Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
24.743 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.