Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Em apoio a Bruno Cochat e pela reposição do espetáculo "1 HD - Uma História da Dança", para Ministério da Cultura

Nome Comentário
José Á. Concordo plenamente com o que está aqui! Portugal é muito mais desenvolvido que essas politiquices que só fazem deitar abaixo a estima do povo...
Anabela B. Em apoio a Bruno Cochat e pela reposição do espetáculo "1 HD - Uma História da Dança"
Henrique S. Sempre do lado dos que combatem a arbitrariedade nas decisões mas principalmente contra a falta de respeito pela dignidade dos profissionais do espectáculo.
Ana Á. contra as atitudes prepotentes e anti-democráticas
Maria T. o espetáculo deve continuar!
margarida d. é preciso respeitar os compromissos assumidos, contra a arbitrariedade.
Catarina S. Acrescento algo que me parece importante a esta petição. Uma instituição que está sob tutela do Estado deve ter a responsabilidade de dar bons exemplos de atuação ética no trabalho e perante compromissos assumidos. O Estado e seus organismos são parte da sociedade e trabalham para a sociedade, assim que quando atuam devem fazê-lo pensando nas repercussões que as suas atuações têm. Este é um péssimo exemplo de estar no mundo que deve ser apontado para que não se repita.
António J. Siga!
Maria c. Pela reposição da peça e continuidade do projeto establecido. Força Ao Bruno e ás crianças envolvidas no projeto.
Ana J. O meu filho ia ver a peça e ficou triste falou " ooo sempre que é fixe n da "
MARIA B. SEM PALAVRAS
Luís D. Inexplicável!!!
Elisabete M. Pela dignidade!
Ana G. Por maiores que sejam as razões, não se fazem as coisas assim, não é profissional, não é justo, não é admissível e não é ético. É pena que a direcção, tendo a experiência do lado dos artistas, se comporte como um político. É assim que o nosso país não avança nunca. Muda a cor, mudam os ministros, mudam as direcções, mudam os egos, e nada se faz com continuidade, porque na realidade são todos muito nulos e só estão preocupados com os seus jardins. Quando existe uma verdadeira política, reconhece-se o trabalho dos outros, e não é preciso jantar na mesma mesa para se perceber quem faz bem o seu trabalho e quem só quer entrar no grupo dos compadrios. A maioria dos políticos continua a ter muito pouco em conta a cultura, seja em termos filosóficos seja na % que a cultura representa no orçamento de estado. Mas um artista, um verdadeiro artista nunca se deveria comporta como um político.
António C. O fazer de alguns o que é, de facto de todos, e pulverizar sonhos, ambições e espectativas de profissionais e, acima de tudo o mais, crianças, não pode deixar de indignar e revoltar a mais plácida das almas.
António S. Pelo direito à Indignação
Cátia M. Porque quando se assume um compromisso só a alta justificação, atempadamente comprovada e comunicada o poderá anular. Portugal não é uma Anarquia e os direitos, também os Humanos, não estão em folha de rascunho. Que a justiça seja feita!
Maria S. Não desistas
Graça P. O que é que aconteceu ao Paulo Ribeiro? A prepotência será o novo vírus do séc.XXI ?
Nuno A. VERGONHOSO !

Assinaram a petição
439 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição