Petição Pública Logotipo
Ver Petição Razões para assinar. O que dizem os signatários.
A opinião e razões dos signatários da Petição: Do Heroísmo à Firmeza: pela criação de um memorial às vítimas do fascismo na casa da PIDE no Porto , para Ex.mo Senhor Presidente da República, Ex.ma Senhora Presidente da Assembleia da República, Ex.mo Senhor Primeiro Ministro, a todos os grupos parlamentares

Nome Comentário
Carlos A. Onde conduzirá esta bestialidade?
Marilia G. Todos os povos honram, os que se eternizaram, pela continuidade generosa da Luta pela Vida e dignidade se seus irmãos.
Fernanda S. Estou de acordo!
Bernardino . Crimes contra a pessoa humana são crimes contra a humanidade. Não podem ser esquecidos.
TITO M. Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique
AUGUSTO L. Concordo, em absoluto, com o conteúdo da presente PETIÇÃO pelo que, consequentemente, não só a assino como a reenvio para que outros a possam, de igual modo, assinar.
Anabela F. Para que os portugueses nunca esqueçam que houve fascismo, resistência e luta pela liberdade. Que existiram sevícias, torturas, crimes, censura apenas porque pessoas defendiam o direito de ser gente.
Matos S. Para que a memória faça caminho na História e o fascismo não regresse.
José G. É de facto uma necessidade manter a memória de quem lutou e sacrificou a sua vida, com as inerentes restrições que seus familiares sofreram, para que os nossos jovens possam apreciar, desenvolver e defender a grande herança " DEMOCRACIA/LIBERDADE", que a actual geração dos cabelos grisalhos DEFENDE DE CORPO E ALMA, NO SENTIDO de contrariar esta politica macro económica, que sem olhar a meios, instrumentaliza o SER HUMANO. A PALAVRA É A ARMA MAIS FORTE, que podemos usar, para a manutenção da DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. Bem hajam os HERÓIS DA LIBERDADE.
Susana V. É verdadeiramente importante conservar a memória do nosso passado e homenagear aqueles que lutaram pela liberdade de que somos, hoje, beneficiários. Fascismo nunca mais!
Fernando S. RECORDAR PARA NÃO ESQUECER
João S. contra o branqueamento do fascismo mais prolongado da história
Afonso P. A casa e a rua sejam o trâmite para a história
Mário O. Enquanto houver sistemas de Poder, há vítimas. Os próprios agentes históricos do Poder são carrascos de fato e gravata, colarinho branco, báculo na mão. Mudemos de ser. Mudemos de Deus!
manuel s. Uma urgência nacional. Não se pode perder a memória do que representou o Fascismo.
Maria A. E preciso continuar a lutar com este estado a que chegamos para não regressarmos mais a esses tempos
Luís G. Linguista, professor universitário
Maria A. Pela Memória dos que aí sofreram. Não esqueçamos nunca! E os descendentes dos torcionários andam por aí...
Francisco P. Não tive consciência na altura porque tinha a idade de um ano, quando aí visitei o meu Avô, preso em 1950: Rodolfo Abreu. Agora, é preciso que ninguém esqueça!
Helena M. Esta petição é mais que justa e a questão já deveria ter sido deferida por própria iniciativa do Governo, nomeadamente do Ministério da Defesa. Há símbolos muito importantes e este é um deles. Além do mais é uma forma de reativar o interesse do público no Museu Militar do Porto, que, como Museu, tem vindo a decair a olhos vistos. Teria sido um ato simbólico muito importante, a inauguração a 25 de Abril de 2014 - quando se perfazem 40 anos sobre a revolução de Abril e libertação dos presos antifascistas - do Museu Militar nesta dimensão de Ex-PIDE -. Já que não se puniram os Pides, pelo menos que não caiam no esquecimento os seus crimes e os de quem neles mandava, e que se faça perdurar na memória de todos, os locais onde esses crimes foram cometidos, para que a História não se repita.

Assinaram a petição
412 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.



Ler texto da Petição