Petição Pública Logotipo
Ver Petição Apoie esta Petição. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Petição pela demissão de Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Para: Ex.mo Senhor Primeiro Ministro de Portugal, Ex.mo Senhor Presidente da República, Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia da República

É com enorme desilusão e consternação que tomamos conhecimento da indisponibilidade do Ministro Luís Capoulas Santos para tomar medidas que visem reduzir a área de eucaliptal em Portugal, sabendo-se que mesmo que limpos os eucaliptais podem arder fulminantemente e ser um enorme perigo. De recordar que as bermas da E.N. 236 em Pedrógão Grande onde perderam a vida a 47 pessoas a 18 de Junho de 2017 tinham sido desmatadas menos de duas semanas antes. Segundo um artigo do jornal Expresso de 19 de Junho de 2017 fonte das Infraestruturas de Portugal afirmou “foram as árvores que ardiam, havia um fogo total” e que as chamas não tiverem origem nem foram potenciadas “pelo mato rasteiro das bermas”.

É também uma afronta principalmente às populações locais que o ministro Capoulas Santos se recuse a tomar medidas para proibir a reflorestação de áreas ardidas com eucaliptal. E para piorar a situação se recuse a parar financiamento direcionado à plantação de eucaliptos nalgumas dessas áreas ardidas, sendo a coisa sensata a fazer financiar reflorestação com espécies resistentes ao fogo. O Programa Portugal 2020 deveria ser para ajudar as populações com projectos que não impliquem a desgraça das pessoas e a destruição do país.

Os conhecimentos científicos dos especialistas em florestas e a observação feita pelas pessoas que convivem com eucaliptais levam à conclusão inequívoca de que os eucaliptais são indesejáveis na maior parte do território nacional. Para além da sua tendência para gerarem incêndios de grandes proporções e difícil controlo, os eucaliptais alteram o microclima de toda a região aumentando a temperatura do ar no Verão, secam os solos e os aquíferos sendo responsáveis pelo esvaziamento dos lençóis freáticos e bacias hidrográficas, promovem a desertificação dos solos, não se integram em nenhum dos ecossistemas de Portugal apenas os prejudicando, alteram radicalmente a paisagem natural tornando-a monótona e desinteressante para o turismo, entre outros malefícios.
Para a maioria das pessoas que têm eucaliptos no seu pequeno terreno o lucro mal compensa o investimento. Muitos desses proprietários desistiram da verdadeira agricultura porque se criou a ideia fantasiosa do lucro fácil sem trabalho, e não ter de gastar dinheiro a limpar os terrenos é condição para terem optado pelo eucalipto. Enquanto os eucaliptos são plantados a grande escala e crescem por todo o lado como árvore invasora que é, muitos pomares carregados de fruta estão rodeados de silvas e mato.
Para cada vez mais proprietários a plantação é gratis mediante um contrato em que a empresa que os planta tem direito aos 2 primeiros cortes. O proprietário acaba por não ganhar quase nada mas também não tem quase custos. E é isto que justifica que uma boa parte do país se tenha transformado num enorme eucaliptal, o que não teria acontecido numa economia de mercado justa e que tivesse em conta os interesses do país e da sua população.

Por considerarmos que o ministro Luís Capoulas Santos não está a levar a sério os interesses e segurança das populações e do país e a opinião dos especialistas em floresta sentimos infelizmente a necessidade de assinar esta petição pela sua demissão.


Qual a sua opinião?

A actual petição encontra-se alojada no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Portugueses apoiarem as causas em que acreditam e criarem petições online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor da Petição poderá fazê-lo através do seguinte link Contactar Autor
Assinaram a petição
27 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.